CRA - Clube de Tir o e Caça Araguarino

Estande de Tiro Prático e Caça CRA

Estande de Tiro Prático e Caça CRA

Modalidades

O IPSC

 

Como são as provas

O IPSC usa alvos de papelão que devem ser perfurados com dois disparos, ou metálicos que caem quando atingidos. Trata-se de uma prova onde o resultado é apurado pela divisão dos pontos nos alvos pelo tempo gasto para atingi-los. Uma competição é composta por vários "stages" ou pistas, onde são simuladas situações que devem ser "resolvidas" no menor tempo possível, mantendo-se entretanto a precisão. Habitualmente, os organizadores imaginam cenários hipotéticos ou simplesmente "teatrais", muitas vezes divertidos, onde se deve simplesmente atirar muito rápido, com precisão e segurança.
D.V.C. - Diligentia, Vis Celéritas, significa: Precisão Potência e Velocidade. (resolver a pista no menor tempo possível, com a maior pontuação). Este é o grande desafio, pois você faz o seu limite.
Em tais pistas, podem ser colocados obstáculos a serem contornados de diversas maneiras: túneis, janelas, portas, paredes para serem escaladas. Os praticantes precisam correr, pular, deitar e movimentar-se de maneira que tornam o IPSC, antes de mais nada, divertido em sua prática.
Alvos múltiplos, alvos que se movem, alvos que reagem quando alvejados, penalidades ao alvejar alvos não permitidos misturados ou cobrindo parcialmente os outros alvos, obstáculos, movimento, táticas de competição, e, em geral, qualquer outra dificuldade que o desenhista de pistas invente se combinam para manter o entusiasmo dos atletas e o divertimento dos espectadores. As regras do IPSC incentivam a diversificação das pistas para evitar que o esporte fique restrito a um determinado tipo de pista. Inclusive, algumas competições possuem alvos escondidos que aparecem de repente sem que os atletas saibam da sua localização prévia.


Segurança: um item fundamental

Para que seja possível tanta movimentação, é preciso o acompanhamento rigoroso de um árbitro (Range Officer-R.O.) capaz de aplicar imediatamente as determinações de um regulamento rigoroso, elaborado para permitir uma prática segura e igual para todos os competidores. Ao final de cada stage, o atirador tem sua arma inspecionada pelo árbitro, devendo mostrar a câmara vazia e acionar o gatilho fazendo o percussor bater livremente sobre a câmara.
O piso exigido é de terra ou brita, evitando ricochetes. Os alvos metálicos não são presos, cedendo ao serem atingidos e dissipando rapidamente a energia cinética dos projéteis, pois proporcionam um espetáculo visual movimentado com sua queda, informando imediatamente a platéia e os participantes quanto aos acertos do competidor.


Como são as armas?

As armas utilizadas são Pistolas calibres 380, 38 super, .40, e 45 e Revolver calibre 38 ou 45 acp, equipados ou não, dependendo da divisão em que se pretenda competir, (gatilhos mais leves, travas, botões liberadores, carregadores com maior capacidade, compensadores de recúo, canos bull barrel, guias de mola mais pesados, alça de mira regulável, funil, empunhadura ajustada para a mão do competidor, etc ...). Para os Revólveres não se permite muitas alterações.
Cada tipo de arma compete em sua divisão específica.
Esta é uma característica importante do IPSC: pode-se usar um simples revólver .38, uma pistola .380 ACP e participar das mesmas provas das armas mais incrementadas, só que disputando uma classificação separada.

 

Para mais informações acesse: www.ipsc.org

NRA IPSC

NRA IPSC

NRA IPSC

NRA IPSC

 

 

Receba informações sobre nosso clube: